Câmara de Itanhaém reprova projeto do prefeito por unanimidade

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook/Vereador Cesinha

O projeto de autoria do prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio (PSDB), que tentava alterar os requisitos para o provimento dos cargos de Instrutor Técnico Desportivo, através de concurso público, exigindo experiência em modalidades além do registro no CREF (Conselho Regional de Educação Física), foi reprovado por unanimidade pelos vereadores.

Na opinião do vereador César Ferreira, o Cesinha (PP), “seria uma grande injustiça com os professores de educação física exigir experiência em qualquer modalidade se o próprio Conselho Regional de Educação Física concede habilitação para o exercício da profissão.”

Ele explica que em caso de abertura de concurso público, a oportunidade deve ser dada igualmente a todos, não podendo beneficiar um ou outro. “Principalmente neste caso, pois todos os professores de educação física registrados no CREF são habilitados para exercerem suas profissões. Essa é uma vitória dos professores!”, comemorou o vereador.

Matérias relacionadas