Eleitores de Itanhaém têm até dia 9 para cadastrar biometria

Divulgação

Os eleitores de Itanhaém têm até o dia 9 de maio (quarta-feira) para se adequarem ao novo sistema de votação que está sendo implantado na cidade. A partir das eleições desse ano, o município passará a utilizar o sistema de biometria nas votações.

Para conseguir atualizar seus dados no sistema da Justiça Eleitoral, o eleitor precisa entrar no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ir na parte de agendamento biométrico, clicar na opção solicitar agendamento, preencher um formulário com os dados solicitados e escolher um dos dias disponíveis para ir realizar a atualização de seus dados no cartório da cidade. Caso não consiga fazer o processo on-line, a pessoa deve se dirigir ao cartório e retirar uma senha no atendimento.

O prédio fica localizado na Rua Professora Dinorah Cruz, 71, Centro e ficará aberto das 9h às 18h.

No dia marcado, é preciso comparecer com comprovante de endereço, em nome do eleitor (conta de água, luz, telefone recentes); apresentar documento de identificação com foto (RG, CPF, carteira de trabalho etc.). Caso o eleitor esteja se cadastrando pela primeira vez, não pode levar a CNH. O documento só é aceito para as pessoas que á se encontram cadastradas no sistema.

O cadastramento biométrico é realizado desde 2015 em todo o Brasil. Os grandes centros do país já possuem essa forma de votação há algum tempo.

A atualização de seus dados no sistema da Justiça Eleitoral permite que você tenha mais segurança na hora de exercer seu direito como cidadão, pois ele vai ter sua digital armazenada num banco de dados e impedirá que outras pessoas se passem por você na hora da votação

Podem emitir o título de eleitor e fazer cadastramento biométrico maiores de 16 anos de idade, mesmo os que têm o voto facultativo.

O título eleitoral é obrigatório para os brasileiros alfabetizados e maiores de 18 anos de idade, além dos menores de 70 anos. Aqueles que não fizerem ou não regularizarem o documento, perdem direitos e são impedidos de: inscrever-se em concurso público, tomar posse em cargo ou função pública, participar de qualquer ação que termine quitação do serviço militar ou imposto de renda, adquirir passaporte, carteira de identidade, renovar matrícula em estabelecimento público de ensino ou fiscalizado pelo governo, receber salário ou remuneração, funções governamentais, empresas, institutos de qualquer natureza, que receba auxílio do governo.

Matérias relacionadas