Últimas notícias

Em quatro anos, índice de mortalidade infantil de Itanhaém cai 32,1%

A Cidade é hoje uma referência sobre os baixos índices de mortes prematuras após o nascimento. Peruíbe e Mongaguá estão sem acesso ao atendimento nas maternidades.

aleitamento_bebe_principalSegundo levantamento feito pelo Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) e Nascidos Vivos (SINASC) o índice de mortalidade infantil em Itanhaém apresentou queda de 32,1% em quatro anos. Quando os números mostrados pelo Município em 2013 são comparados com os dados gerais de toda a Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS), o índice cai para 39%. A Cidade é hoje uma referência sobre os baixos índices de mortes prematuras após o nascimento.

E Itanhaém será lembrada, durante o Seminário de Prevenção e Redução da Mortalidade Materno Infantil na Região da Baixada Santista, devido ao importante papel desempenhado que garantiu o melhor quadro de redução, em comparação com as outras cidades da região. O encontro será no próximo dia 15 deste mês e abordará soluções para a redução no número de casos de mortalidade entre recém nascidos em toda a Baixada Santista, sendo a região portadora dos piores índices do Estado.

O evento será no Sesc Bertioga e começará a partir das 8h. O endereço é Rua Pastor Djalma da Silva Coimbra, 20, Jardim Rio da Praia – Bertioga – SP.

Os dados divulgados são dos quatros anos consecutivos, 2010, 2011, 2012 e 2013.

Bertioga Cubatão Guarujá Itanhaém Mongaguá
**
Peruíbe
**
Praia Grande Santos São Vicente RMBS
8,4 9,1 19,3 14,3 23,1 8,3 12,5 13,7 19,3 15,2
14,8 14,1 23,1 14,1 11,5 19,9 13,6 12,6 19,8 16,8
16,8 17,1 19,7 15,7 20,9 8,4 14,0 13,3 15,9 15,8
20,1 22,2 21,4 9,7 3,1 10,4 14,5 12,1 17,0 15,9
**Mongaguá e Peruíbe estão sem acesso ao atendimento nas maternidades.

 

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Itanhaém

Matérias relacionadas