Governo libera mais de R$ 3,7 milhões para Peruíbe

Outras seis cidades da Baixada foram beneficiadas, totalizando mais de R$ 17 milhões

destaques_427_foto1O Governo do Estado de São Paulo assinou nesta terça-feira 45 convênios com sete municípios da Baixada Santista. A verba de R$ 17.015.147,31 para região é destinada às cidades de Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Santos e São Vicente.

Em Peruíbe, R$ 3.792 milhões serão destinados à primeira fase revitalização da orla marítima. Já Santos recebe R$ 1 milhão para a conclusão das obras e aparelhamento da uma nova UTI para adultos e São Vicente tem R$ 150 mil para reforma do centro cirúrgico e emergência do Hospital Municipal da Cidade.

Ao todo, foram firmados 1.622 convênios com 556 municípios paulistas e 168 instituições, num investimento de R$ 519.326.160,85.

Os recursos são oriundos de programas de 17 secretarias estaduais, entre elas Agricultura, Casa Militar, Cultura, Educação, Esporte, Gestão Pública, Habitação, Logística e Transporte, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Direitos da Pessoa com Deficiência, Saúde, Planejamento e Desenvolvimento Regional, Saneamento, Segurança Pública e Turismo.

Convênios na região

Parte da verba será destinada à implantação de uma academia ao ar livre em Cubatão (R$ 60 mil), à segunda fase de revitalização da Avenida Oswaldo Cruz, em Guarujá (R$ 2.361 milhões), à infraestrutura urbana e pavimentação na Rua Aristides Gomes Assunção em Itanhaém (R$ 500 mil) e à implantação de uma creche no bairro Agenor de Campos, em Mongaguá (R$ 500 mil).

> Veja todos os convênios divididos por município

“Estamos transferindo recursos de mais de meio bilhão de reais para as prefeituras aplicarem cada uma em suas cidades. É o dinheiro mais bem aplicado. Nas prefeituras, o dinheiro será usado para novas construções, para o saneamento básico nos bairros, pavimentação das ruas, para entidades culturais, fortalecimento do Turismo, programas habitacionais. Enfim, para as mais variadas áreas”, ressaltou o governador Geraldo Alckmin.

Matérias relacionadas