Juíza indefere liminar da Intersul e nova empresa segue no transporte coletivo de Peruíbe

estrela_maiorA juíza da comarca de Peruíbe indeferiu na manhã desta quarta-feira (16) o pedido de liminar da empresa Intersul para continuar operando o serviço do transporte público de Peruíbe. Com isso, após a rescisão do contrato com a empresa, medida que foi acertada na última semana, a Prefeitura de Peruíbe firmou contrato emergencial com a ‘Transportadora Turística Estrela Maior’ até que se encerre o processo licitatório para o transporte coletivo, ficando limitado em 180 dias.

A companhia iniciou suas operações na Cidade na última segunda-feira (14). Ainda no fim da tarde do último domingo (13) os funcionários da nova concessionária receberam um treinamento percorrendo os itinerários da Cidade. Vale ressaltar que não houve alteração tanto nos itinerários quanto nos horários de circulação e tarifa que permanece R$ 1,70.

O contrato emergencial prevê ainda a disponibilidade de 18 ônibus circulares e dois rodoviários, que serão colocados à disposição da Associação dos Estudantes de Peruíbe (AEP) para transporte dos estudantes universitários. Por fim, vale destacar ainda que não se trata de uma cooperativa, mas de uma empresa que já oferece o serviço em algumas cidades da grande São Paulo, cuja frota ultrapassa os 400 veículos. A empresa informou que frota em circulação é temporária e ônibus mais novos devem entrar em operação nas próximas semanas.

Funcionários

Ainda na segunda-feira, a prefeita Ana Preto se reuniu com a comissão dos funcionários da Intersul, representantes do Sindicato dos Rodoviários e da nova empresa concessionário do transporte coletivo da Cidade. Na oportunidade, Alexandre, um dos responsáveis pela ‘Estrela Maior’ garantiu que conseguirá absorver de 80% a 90% dos funcionários. “Fico muito feliz com essa posição, pois já mostra o respeito e compromisso da nova concessionária com a Cidade”, destacou a prefeita Ana Preto.

Matérias relacionadas