Moradores de Peruíbe visitam Complexo da Petrobras

Foto: Divulgação

A termelétrica Piratininga, localizada no bairro de Interlagos (SP), recebeu cerca de 30 moradores de Peruíbe para uma visita técnica ao Complexo Fernando Gasparian.

Acompanhados pelo técnico da Petrobras Ricardo C. Zimmerl, os visitantes descobriram que a UTE Piratininga faz parte do Parque Gerador da Petrobras, que possuí 19 termelétricas a gás natural espalhadas pelo Brasil e abastece a 10% do país.

Durante a visita, foram abordados outros pontos por Ricardo, tais como: a UTE Piratininga funciona desde de 1950, porém, ela só foi convertida para gás natural em 2006, por necessidade ambiental; são gerados 160 empregos, sendo que 80% é, apenas, de nível técnico e os outros 20%, de nível superior; não há registro de acidente, que necessite de afastamento, há 605 dias; desde de sua conversão, para gás natural, Ricardo disse que não houve acidentes graves (vazamentos, explosões e desastres); o ruído emitido pelas turbinas é baixo, pois elas já são fabricadas com redutor; não há tremores no chão, por conta dos amortecedores utilizados; a fumaça que sai, é de vapor d’água (com ph estabilizado) do rio Pinheiros; a área do Complexo Fernando Gasparian e suas redondezas, possuem várias espécies de pássaros capivaras; a região do rio, que está instalada a termo Piratininga, é a única que tem peixes, segundo Ricardo.

Além desses detalhes, o técnico da Petrobras explicou como funciona a termelétrica a gás natural e explicou sobre o mercado do gás.

Matérias relacionadas