Peruíbe recebe verba do Governo Federal para melhorias na saúde

Foto: divulgação

DIEGO PALMA

Na última quinta-feira (13) o presidente Michel Temer e o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciaram o incremento de R$120 milhões anuais, no teto de recursos para Média e Alta Complexidade (MAC), da Baixada Santista. Em Peruíbe, as prioridades são para a criação de um centro de oncologia (medicina que estuda tumores);; aumento da rede de referência em ortopedia, principalmente a cirúrgica; Estatizar o Ambulatório Médico de Especialidades (AME); cirurgias Obstétricas; cardiologia e hemodiálise.  O dinheiro liberado corresponde a 50% a mais do que é repassado atualmente.

O prefeito de Peruíbe Luiz Maurício e os oito representantes das cidades da Baixada Santista, foram à Brasília, na semana passada, ter uma reunião com o presidente Michel Temer e com o ministro da saúde, Ricardo Barros. Durante o encontro, ficou estabelecido que seriam liberados 120 milhões de reais, por ano, para teto de Média e Alta complexidade.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Peruíbe, por meio de seus canais de comunicação, a verba recebida pelo Governo Federal será aplicada para a Criação de uma rede de referência em Oncologia (Medicina que estuda os tumores); aumento da rede de referência em ortopedia, principalmente a cirúrgica; Estatizar o Ambulatório Médico de Especialidades (AME); cirurgias Obstétricas; cardiologia e hemodiálise.

Além disso, foi autorizado o credenciamento de UPAs, serviços de atendimento básico e ainda a renovação da frota com mais de cinco anos do SAMU.

Essa verba  faz parte do R$ 1,7 bilhão que o Governo Federal liberou para o custeio e o investimento em saúde.

Matérias relacionadas