Últimas notícias

São Vicente, Bertioga, Peruíbe e Praia Grande lideram aumento do IPTU na Baixada

grafico_crescenteSão Vicente, Bertioga, Peruíbe e Praia Grande terão o maior aumento nos valores do reajuste do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) das nove cidades da Baixada Santista. Os valores variam de 5,3% (Itanhaém) a 6,59% (Bertioga e São Vicente). Na região, apenas Guarujá ainda não divulgou de quanto será o aumento do tributo.

Em São Vicente, o tributo ficará 6,59% mais caro e, em Bertioga, o aumento é de 6,59% e os carnês também começam a ser entregues aos contribuintes em dezembro. São 47 mil documentos que serão distribuídos via Correios. O prazo para o pagamento da cota única, com desconto de 3%, ou da primeira parcela, vence no dia 31 de janeiro. Junto com o imposto virá a contribuição voluntária para o Corpo de Bombeiros, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Fundo Social de Solidariedade do Município.

Peruíbe e Praia Grande terão um de reajuste de 6,51%, para 2015. Nas outras duas cidades do Litoral Sul, Itanhaém foi o município com menor reajuste na região. Na Cidade, o imposto terá 5,3% de aumento. Em Mongaguá, os carnês foram corrigidos em 6%.

Já em Santos, onde o reajuste será de 6,4%, os 195 mil carnês começarão a ser enviados na segunda quinzena de dezembro. O pagamento da Taxa de Remoção de Lixo é obrigatória, e não facultativa, e já está incluída no boleto. O percentual aplicado é o mesmo do IPTU. O reajuste tem como base a variação do Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA). Em Cubatão, o reajuste para o próximo ano será de 6% + inflação.

Matérias relacionadas