Trinta pessoas ligadas ao tráfico são presas em operação da Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Texto: Diego Palma

Durante a madrugada desta quinta-feira (29), a Polícia Civil prendeu 30 pessoas por tráfico de drogas, durante a operação ‘Laranja Mecânica, realizada em Peruíbe. Dentre os presos, havia um casal considerado um “braço” de uma facção que atua em todo Estado de São Paulo e ganhava cerca de RS500 mil por mês, por comandar um ponto de drogas.

A Operação Laranja Mecânica é um resultado de uma investigação de seis meses do delegado da Polícia Civil, Bruno Lázaro e sua equipe. A operação, que aconteceu por volta das 4h da manhã, prendeu 30 pessoas entre elas um taxista que levava drogas, os ‘capanas das vielas’ (responsáveis pelo monitoramento para impedir a chegada dos policiais) e os sacolas, que eram responsáveis pelo transporte da droga.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Thell Calil Bechara e Iris Tenorio dos Santos, casal que comandava o tráfico tinha um ganho mensal que girava entre R$ 300 e R$ 500 mil. O grupo comandando por eles, agia principalmente, no Jardim Brasil. A escolha do local era por conta do acesso a um mangue, que era muito utilizado para a venda de drogas.

O ponto de drogas era chamado de “Menina dos Olhos verdes”, pelos criminosos.

Todo o material apreendido e os presos foram encaminhados a Delegacia Sede de Peruíbe, onde o caso foi registrado.

Matérias relacionadas