Com nova subestação, Elektro reforça fornecimento durante o verão

elektroA Elektro, distribuidora de energia elétrica no Litoral e Interior de São Paulo, inaugurou nesta terça-feira uma nova subestação de energia. A instalação, localizada no Km 208 da Rodovia Dr. Manoel Hipólito do Rego, é um dos reforços preparados para o verão, quando a demanda no consumo chega a triplicar.

“Além de contribuir para o desenvolvimento econômico da região, a subestação também vai proporcionar um sistema mais robusto e confiável, garantindo o atendimento ao aumento do consumo de energia elétrica no período de verão e Réveillon”, afirmou o gerente de distribuição da Elektro, Luis Alves.

Ainda de acordo com a companhia, o dia mais crítico durante todo o verão é na virada do ano. Levantamento aponta que, em dias comuns, a destruidora atende até 950 mil pessoas, mas no dia 31 de dezembro, o número passa de 3 milhões – o que deixará mais de 300 funcionários de plantão para qualquer eventualidade.

A Elektro é responsável pelo fornecimento de energia em 11 cidades do litoral paulista (Cananéia, Ilha Comprida, Iguape, Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande – parte do município, Guarujá, Bertioga, Ilhabela e Ubatuba). Em Santos, Cubatão, e o Distrito de Vicente Carvalho são responsabilidade da CPFL-Piratininga.

Durante o verão, subestações móveis de energia serão instaladas em Ubatuba, no Litoral Norte, e Itanhaém, no Litoral Sul. Ambas serão acionadas quando houver necessidade, principalmente quando a fonte principal, já instalada, estiver com alguma instabilidade ou problema no fornecimento.

Novidade

A nova subestação Bertioga IV possuiu potência instalada de 33,3 MVA e é totalmente digitalizada, ou seja, possui um sistema integrado de supervisão, comando, controle e proteção com o protocolo IEC 61850, que oferece confiabilidade na operação do sistema, permitindo ações mais rápidas e seguras.

Além disso, segundo a distribuidora, o sistema automatizado dispensa a presença de eletricistas e operadores na subestação para efetivar manobras, sendo as mesmas realizadas pelo centro de operação central da Elektro, em Campinas, por comunicação via satélite.

Fonte: A Tribuna On-line
*Com informações de Simone Queirós

Matérias relacionadas