Fundo delibera mais de R$ 9 milhões para os nove municípios da Baixada

fundo_condesb
Prefeitos e representantes dos nove municípios participaram da reunião (Foto: Richard Durante Jr)

Mais de R$ 9 milhões foram deliberados pelo Fundo de Desenvolvimento Metropolitano da Baixada Santista (FUNDO) aos nove municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista, nesta terça-feira(28), durante a 180ª reunião do Condesb. O recurso faz parte do 2º Plano Geral de Aplicação de Recursos do Fundo de Desenvolvimento Metropolitano. O montante servirá exclusivamente para execução, em suas respectivas cidades, de obras, estudos, projetos, serviços e equipamentos de interesse metropolitano relacionados com as funções públicas de interesse comum.

Santos foi o município que recebeu a maior quantia com mais de R$ 2 milhões, seguido de Guarujá, São Vicente, Cubatão e Praia Grande, todos com mais de R$ 1 milhão cada.

Confira o valor exato que cada município tem disponível:

Bertioga – R$ 504.856,30
Cubatão – R$ 1.258.934,40
Guarujá – R$ 1.345.576,80
Itanhaém – R$ 661.657,20
Mongaguá – R$ 508.231,20
Peruíbe – R$ 564.235,20
Praia Grande – R$ 1.102.248,00
Santos – R$ 2.510.694,00
São Vicente – R$ 1.283.566,80

Plano Decenal de Saúde

O secretário de Saúde do Guarujá, Daniel Simões de Carvalho, apresentou ao Condesb a proposta de criação de um Plano decenal de Saúde para a Região Metropolitana da Baixada Santista. O secretário acredita que seja necessário primeiramente um grande estudo de prospectiva da saúde para depois partir para as ações específicas. “A ideia é que tenhamos um planejamento que vai além do período de governo de 4 anos, é necessário um planejamento que mostre as necessidades na região para um futuro de 10 anos”, disse.

O trabalho tem previsão de ser concluído em 12 meses e visa envolver grupos que envolvem o Governo Federal, Estadual e os municípios e a partir daí se formaria grupos de trabalhos com temas específicos como leitos de UTI, equipamentos de saúde na região, a saúde no porto de Santos e outros. A proposta será discutida a partir deste momento mais profundamente pela Câmara Temática de Saúde e Especial de Políticas sobre Drogas do Condesb.

Câmara Temática

O Campo Funcional de Mobilidade – Eixo Mobilidade e Transporte em Geral teve aprovado o seu desmembramento da então “Câmara Temática de Transporte Público de Passageiros, Transportes, Sistema Viário e Deslocamento” em três Câmaras específicas: a Câmara Temática de Trânsito e Transporte de Passageiros, a Câmara Temática de Transportes de Carga e Logística e a Câmara Temática de Transporte Hidroviário Regional.

A intenção é que a partir de agora com essa divisão os assuntos possam ganhar mais dinamismo em suas discussões e serem tratados por técnicos especializados nos assuntos.

A reunião contou com a presença do diretor-executivo da Agem, Marcelo Bueno; do prefeito de Bertioga, Mauro Orlandini; da prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito; do prefeito de Itanhaém e presidente do Condesb, Marco Aurélio Gomes e do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa. Os demais municípios enviaram representantes.

Matérias relacionadas